Com certeza você já pensou em como seria sua vida se tivesse a tão sonhada liberdade financeira, certo? Parece até um de conto de fadas ou o tipo de coisa que só vemos em filmes. Mas será que isso também é possível na vida real? Fica com a gente que vamos te explicar ao longo desse post.

A organização financeira é sem dúvidas a peça chave para conquistá-la e está ligada ao planejamento e a mudança de hábitos. Claro que precisará de sacrifícios e trabalho duro, afinal ao subir uma montanha você encontrará muitas pedras e obstáculos no caminho. Mas, ao chegar no topo, a vista valerá o seu esforço.

Mas o que é liberdade financeira?

Trata-se de planejar suas finanças ao longo prazo, economizando cada centavo – seja para uma viagem ou para a sua aposentadoria. É sobre ter controle dos seus gastos, contribuindo para que você não viva em função de dívidas.

banner para baixar a planilha de gastos pessoais

Como alcançar a tão sonhada liberdade financeira?

Pode parecer um objetivo distante, mas não é. É bem palpável, mas você precisa estar disposto a mudar para que funcione. Separamos algumas dicas para você pegar as rédeas das suas finanças e conquistar a sua liberdade financeira!

____________________________

Veja também:

Como poupar dinheiro em 6 dicas simples

1.   Entenda como você está

Para conseguir sua liberdade financeira, primeiro você precisa saber exatamente como estão as suas despesas. Esse é o seu ponto de partida!

O que isso quer dizer? Veja todo o dinheiro que entra, as suas economias, todas as suas despesas essenciais e não essenciais, dívidas, etc – para que vocêconsiga traçar um planejamento e atingir todos os seus objetivos e metas.

Você pode fazer isso através de planilhas ou aplicativos que já estão conectados diretamente ao seu cartão de débito e crédito. Nossa equipe já preparou uma planilha online de gastos pessoais, se você quiser usá-la, é só clicar aqui.

2.   Pague a você primeiro

Aqui está uma das lições de George S. Clason, em seu livro “O homem mais rico da Babilônia”, onde você deve pagar a você mesmo uma parcela do dinheiro que entra, antes mesmo de pagar as suas dívidas – Dessa forma você estará investindo em você mesmo, e tendo controle daqui que você pode gastar por mês.

3.   Planeje

Faça um planejamento a curto, médio e longo prazo. É dessa forma que você chegará mais perto de conseguir sua liberdade financeira.

Nesse planejamento você verá tudo que entra e tudo que sai, além de conseguir traçar suas metas e objetivos.Escreva números e coloque onde seus olhos possam vê-los todos os dias.

Uma boa forma de planejar e organizar as suas finanças é através da regra de 50/30/20.

4.   Gaste menos

Depois de separar todo o dinheiro que entra e todas as suas despesas, está na hora de avaliar os seus gastos.

O que você tem gastado que é considerado supérfluo? Quais são os seus gastos não essenciais que você pode enxugar? Faça uma avaliação para encontrá-los e diminuí-los.

E nos seus gastos essenciais? Como pode economizar na conta de luz e água? Você faz uma lista do que precisa para a semana ou vai no supermercado comprar o que falta e acaba sempre comprando uma coisinha a mais? Tudo isso contribui para o aumento ou a diminuição das suas despesas.

5.   Crie uma renda extra

Para poder trabalhar menos, primeiro você precisa honrar com seus compromissos financeiros, pagar suas dívidas e poupar dinheiro.

Sabemos que  nem sempre o salário consegue cobrir tudo isso. Por conta disso, busque uma forma extra de ganhar dinheiro, veja suas habilidades e competências e como isso pode te ajudar.

Seja online, ou fazendo horas extras pegando um trabalho part-time em outro lugar, aqui é a hora de fazer sacrifícios para colher no futuro. Já escrevemos sobre como ganhar um dinheiro extra no blog.

6.   Pague suas dívidas

Anote todas as suas dívidas no papel, das menores até as maiores, e as coloque em seu planejamento.

Se você já tem algum dinheiro guardado, sugerimos que pague as dívidas maiores primeiro. Os juras dessas dívidas costumam ser maiores.

7.   Compre experiências e não coisas

Na hora de comprar qualquer coisa, escolha suas compras de forma inteligente.

Os maiores bens que se pode ter são experiências. Quando você investe em uma experiência, você cria memórias, histórias e ótimas lembranças.

Dessa forma, invista em cursos, viagens e experiências que vão te trazer conhecimento e irão fazer parte da sua história.

8.   Invista em sua liberdade financeira

Como vimos na regra de 50/30/20 é muito importante que uma parcela do seu salário vá para os investimentos.

Dinheiro parado na conta não rende e a poupança normalmente rende tão pouco que não vale a pena.

Existem opções para todos os tipos de bolsos, veja quais são as melhores opções de investimento para você e comece a investir. Seja para atingir seus objetivos de curto, médio ou longo prazo. Mas atenção: tome cuidado com o investimentos que oferecem alta rentabilidade e retorno rápido.

O importante aqui é achar o seu ponto de equilíbrio, de viver dentro do seu alcance, garantindo que o seu dinheiro vá para as coisas necessárias.Portanto, reveja suas finanças, crie oportunidades extras e pague suas dívidas, para que assim consiga atingir a sua liberdade financeira.