Você já ouviu falar em crédito consciente e sabe qual é a diferença dele para o crédito consignado?

Todo mundo em algum momento já se encontrou em uma situação financeira difícil ou desejou comprar algo que naquele momento não tinha dinheiro suficiente. 

Entre desejar e necessitar de uma ajuda financeira extra, sempre surgem opções de empréstimos para realizar um sonho ou quitar dívidas. Uma opção muito comum é o crédito consignado. Mas você já ouviu falar também sobre o crédito consciente? Sabe quais são as diferenças entre esses dois?

 

O que é o crédito consignado?

Crédito consignado é uma modalidade de empréstimo para funcionários (público ou privado) e beneficiários do INSS, como aposentados ou pensionistas. Nessa modalidade, o valor do empréstimo é descontado diretamente da folha de pagamento do colaborador ou do benefício previdenciário. 

É uma modalidade de empréstimo com taxas mais baixas que os demais empréstimos do mercado. Como o desconto é feito em folha, isso dá uma garantia de recebimento maior ao banco. 

 

banner para baixar a planilha de gastos pessoais

 

Crédito consignado x Crédito consciente

Diferente do crédito consignado, o crédito consciente não é uma modalidade de empréstimo. Na verdade, ele se trata de como e quando você utiliza os créditos disponíveis no mercado. 

Resumidamente, é como você se comporta financeiramente, se você pesquisa quais as melhores opções para você sair do aperto, se utiliza o empréstimo de forma correta, etc. São suas atitudes de forma consciente, tomando as rédeas da sua vida financeira, evitando cair no endividamento.

Para fazer uso do crédito consciente é preciso conhecer as opções de operações de crédito e estudar qual a melhor para o seu caso.

 

Como utilizar o crédito consciente?

O uso do crédito de forma consciente requer planejamento financeiro, noção de quanto você recebe e do quanto pode comprometer do seu orçamento, seja para suas contas mensais ou para uma viagem, por exemplo.

 

Não utilize a primeira opção de crédito consignado

Antes de contratar um empréstimo, pesquise a modalidade que mais se adequa ao seu orçamento. Isso significa avaliar prazos, juros, valor da parcela e outros fatores. 

É comum que as pessoas optem por créditos como o cheque especial, porque ele é mais rápido e já fica disponível na conta de imediato. Mas na maioria das vezes, essas pessoas o fazem sem nenhum critério de avaliação.

Mas o cheque especial pode te colocar em uma bola de neve sem fim, por conta das suas altas taxas de juros. Falamos mais sobre ele nesse vídeo: 

É claro, se há uma emergência e você não pode esperar o banco avaliar e conceder um empréstimo, essa pode ser a opção mais adequada. Mas se você pode esperar um pouco mais, não vá pelo caminho mais rápido.

Nem sempre fazer um empréstimo rápido é a melhor opção, principalmente se os juros e, consequentemente, o valor final da sua dívida forem muito maiores.

 

Avalie as opções de acordo com a sua realidade

Uma das coisas mais importantes que você precisa entender quando está em busca de um crédito é que a parcela precisa caber no seu orçamento. 

Reveja prioridades, e se for necessário “cortar” algumas coisas do seu dia a dia, mudar alguns costumes que não são essenciais, faça. As vezes é necessário se privar de alguns luxos para colocar a sua vida financeira de volta nos trilhos.

Não levar isso em consideração pode significar um endividamento ainda maior. Não é recomendável que você pague a sua dívida e ainda adicione outra ao seu orçamento.

 

Veja também:

Morar sozinho: Como se planejar financeiramente

Como economizar dinheiro para viajar?

 

Por que eu preciso desse crédito?

Tão importante quanto todas pesquisas e avaliações de crédito mais adequado é entender o que te levou à procura dele.

Se for uma dívida, lembrar o porquê dela existir pode te privar de cometer alguns erros que já possam ter ocorrido antes. Você deve se questionar se alguns cortes nos seus gastos resolveriam o problema sem sequer solicitar um empréstimo.

E se o caso for a compra de algum bem ou alguma viagem, é preciso avaliar se o momento é adequado. Pense bem se você poderia juntar algum dinheiro antes para diminuir as parcelas, e até mesmo se aquilo é de fato essencial para você.

 

Planejamento Financeiro 

Seja optando pelo crédito consignado ou qualquer outra modalidade de crédito, o mais importante é que você tenha sua vida financeira organizada. 

Se planejar financeiramente é estar a frente dos acontecimentos, estar preparado para imprevistos, ter disciplina e saber esperar o momento certo de gastar.