Sabe aquela velha história do dinheiro guardado embaixo do colchão? Pois é, esperto foi quem o guardou mesmo, porque ele pode te salvar de muitos imprevistos. É necessário estar pronto para arcar com algumas dívidas imprevisíveis, e hoje em dia já existem meios mais seguros de se poupar do que no colchão.

Ter uma reserva de emergência é essencial em um planejamento financeiro. Por mais que suas contas estejam todas pagas, não se pode prever eventos inesperados como problemas de saúde, uma batida no carro, demissão, entre outros.

 

Quanto devo guardar para minha reserva de emergência?

De forma geral, os especialistas indicam que você tenha guardado de três a seis meses de dinheiro suficiente para cobrir suas despesas mensais deste período.

Para calcular esse valor, deve-se somar os gastos fixos (aluguel, condomínio, água, luz, etc) com os variáveis (alimentação, transporte, farmácia, cartão de crédito). Ou seja, se somados, suas contas chegam em torno de R$ 2 mil, seu fundo de emergência tem que ser de no mínimo R$ 6 mil.

Agora se você é um trabalhador autônomo, recomenda-se que essa reserva seja suficiente para cobrir um ano. Isso porque a oscilação de renda aqui é maior e as chances de você precisar usá-la também aumentam.

 

banner para baixar a planilha de gastos pessoais

 

Investimento para reserva de emergência

A palavra-chave é investir. Você vai obter resultados bem melhores que em uma poupança, onde os juros são muito baixos. Investimentos não são sinônimos de risco e aqui vão algumas opções para quem é considerado um investidor conservador, ou seja, que não quer correr riscos.

Tesouro Direto

Aqui basicamente você empresta dinheiro ao governo, investindo em títulos públicos (Selic, IPCA, prefixado) e ele te devolve com juros. Sua rentabilidade costuma ser um pouco maior que a poupança.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é muito parecido com o Tesouro Direto. Porém, aqui você empresta o seu dinheiro para instituições privadas, que te devolvem o valor corrigido com os devidos juros.

 

Veja também:

O lado negro do cheque especial: o que nunca te contaram!

Como economizar dinheiro para viajar?

 

LCI

A Letra de Crédito Imobiliário também é um título de Renda Fixa. Por sua vez, é destinado ao crédito imobiliário, para financiamento de imóveis, assim como na sua construção e reforma. Ela também possui um rendimento superior ao da poupança.

 

LCA

A Letra de Crédito do Agronegócio é um título de crédito com o objetivo de obter recursos para financiar o setor agrícola. Ou seja, você empresta dinheiro para o agronegócio do país.

 

Todos esses rendimentos possuem proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Ele serve como uma proteção do seu investimento, e garante até R$ 250 mil por CPF e por instituição financeira. Ou seja, apesar de super seguros, em caso de qualquer eventual quebra, se seu investimento é igual ou menor do que o valor protegido, você tem garantia do seu dinheiro de volta.

 

5 situações que a reserva de emergência deve ser acionada

  • Desemprego (seu ou de algum membro da sua família);
  • Problemas de saúde (nem sempre o plano cobre situações mais complicadas e remédios);
  • Quitação de dívidas;
  • Negociações financeiras (onde a vantagem de pagar a vista é muito mais vantajosa);
  • Reparos ou reposição de objetos essenciais.

 

Emergência X Desejos

É muito tentador que essa reserva seja usada para a viagem dos sonhos ou para trocar de carro. Mas você tem que ter em mente que isso é um fundo de emergência.

Existe uma diferença entre o que você deseja, seus sonhos e metas, como falamos em nosso post sobre Como economizar dinheiro para viajar?. Com o que você necessita. Por exemplo, se seu carro foi roubado, você precisa dele para trabalhar e não tem meios de transporte que possam substituí-lo. Isso sim é uma emergência!

Trabalha com o computador e ele quebrou? Fundo de emergência.

É muito importante saber que existe uma segurança em caso de imprevisto, e isso também vai te ajudar a dormir melhor, não é? O dia a dia fica muito menos estressante quando sabemos que estamos assegurados.

Agora é a hora de começar a poupar, procurar o investimento que mais se encaixa ao seu perfil e abrir o seu fundo de emergência!

 

Ficou com alguma dúvida? Não sabe ao certo como montar a sua reserva de emergência? Então dá uma olhadinha nesse vídeo que a nossa equipe preparou para ajudá-lo: